segunda-feira, 17 de março de 2014

Não destruam as Pedras


 
Não destruam nossas pedras.
Parem, por favor!
Na natureza, onde estão,
Elas têm mais valor.
 
Até quando o dinheiro
Que impulsiona o progresso,
Vai ditar o processo,
O caminho a seguir?
 
O dinheiro de lá
Não pode comprar
O equilíbrio perfeito
Que a natureza criou.
 
Não destruam as pedras!
Parem enquanto há tempo,
Amanha, já não mais.
Parem! Deixe-as onde estão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário